segunda-feira, 1 de julho de 2013

"cara, foram só móveis"


eu hoje mudei de lugar os móveis do meu quarto. o que antes era dormir de costas para a janela, agora representa encarar o que há lá fora. fazer somar com o que há aqui dentro. ressignificar o dia-a-dia. e, com esse movimento, eu folheei livros enquanto revirava vivências, e assim cheguei ao “vermelho amargo“, do bartolomeu campos de queirós, e a este dizer: “o tempo - capaz de trocar a roupa do mundo“. e os móveis e as lembranças de lugar.

ítalo.

2 comentários:

Anônimo disse...

trocar as lembranças de lugar.

demais.

Mara faturi disse...

Sempre bom te ler...estava com saudade daqui!
Abraço!