sexta-feira, 26 de outubro de 2012

sobre literatura e terapia


a literatura foi o primeiro caminho que encontrei para olhar cá dentro, para buscar um conhecimento mínimo daquilo que me constituo sendo. a terapia foi o segundo.
enquanto caminho, é mais do que natural um perder-se entre livros e dizeres. acaba sendo natural, em um primeiro momento, apontar para o livro e para o mundo ao redor, e 'esquecer' de ver neles os espelhos que são. 
foram a literatura e a terapia que me levaram a perceber em mim os desajustes antes direcionados à vida e todas suas arestas. 
respeitar-se é aprendizado construído graças a essas duas artes.


ítalo.

3 comentários:

Nina disse...

São aliadas. E foi para aclamar os nervos que preferi a silenciosa e gritante terapia da escrita.
Abraços.

Professor Val Valença disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Professor Val Valença disse...

Literatura e Terapia são entrelaçadas com os cadarços da vida de um leitor paciente e paciente. Foi bom saber que sua mente, Ítalo Puccini, existe, aí deixo uma frase de Pompeu, citado por Plutarco, durante uma batalha:

"Navegari necesse, vivere non est necesse."