segunda-feira, 14 de maio de 2012

releituras contos de fadas

li pras minhas crias das 6as séries do colégio bom jesus/ielusc alguns livros que propõem releituras dos contos clássicos: a verdadeira história dos três porquinhos; o patinho realmente feio e outras histórias malucas; que história é essa; e que história é essa 2. com isto, solicitei a eles que produzissem releituras semelhantes às propostas nos livros: recriando não somente as histórias, mas a forma de lidar com a escrita/leitura das mesmas. cá estão algumas que selecionei para apresentar no blog. semana que vem tem mais.
_ _ _ _ _ 
sexta série c


"Era uma vez a Maria e o João. Saíram para passear e no caminho encontraram uma linda casa...
GATO: EEEI, não está esquecendo de nada?
De doces. Eles nem pensaram duas vezes e...
GATO: O TÍTULO!
NARRADOR: Tá bom, tá bom.


TÍTULO: A história que o gato só interrompia.


GATO: Esse título não. Esse: João e Maria.
NARRADOR: Mas esse já existe!
GATO: Gostei desse!


TÍTULO: Mas esse já existe.


Era uma vez a Maria e o João. Saíram para passear e no caminho encontraram uma linda casa de doces. Eles nem pensaram duas vezes e se atracaram.


GATO: huuuuum.... que delícia!
NARRADOR: Pelo amor de Deus, para de comer esta página!






(espaço da página comida. imagem acima)








Fim."


Alunas: Gabriela e Ana Luisa
_ _ _ _ _ 
"Era uma vez três princesas não encantadas. Gostavam de ir à balada dançar e se divertir.


Negona Torrada
Chapeuzinho Esticado
Ressacada


TÍTULO: PRINCESAS NÃO ENCANTADAS


Tudo começou quando as três foram pra balada e beberam muito. Ficaram bêbadas pelo dia seguinte inteiro.


Negona Torrada era Branca de Neve, mas fez bronzeamento demais e torrou.
Chapeuzinho Esticado estava louca e caiu num penhasco, mas sua toca ficou presa em uma rocha e teve de fazer 'bang jump'.
Já Ressacada não acordou. 


Porém, o lobo, procurando a Chapeuzinho, encontrou-a e com um beijo tentou acordá-la, mas desmaiou com o bafo da princesa, tão ácido que queimou o canto da página".


(espaço do canto de página comido. 
imagem acima)


Alunas: Júlia Sehnem, Maria Fernanda e Amanda Gauza.
_ _ _ _ 
"E morreram na floresta para sempre por um assassino mascarado. Fim.
- Mas fim de que? O que aconteceu? O que é isso? Que porcaria é essa?
- Aaaahhhh, o que eu fiz, o word apagou o resto, droga, tenho que escrever de novo.
- Quem é você?
- Eu sou Paulo, o narrador, agora não me atrapalha, tenho que escrever tudo de novo.
- Ok, agora conta a história.
- Obrigue-me, personagem.
- Obrigue-me a te obrigar.
- Obrigue-me a te obrigar a me obrigar.
- Obrigue-me a te obrigar a me obrigar a te obrigar. 
- Obrigue-me a te obrigar a me obrigar a te obrigar a me obrigar.
Fim?"


Aluno: Gabriel.
_ _ _ _ _ 
"Os dois porquinhos suínos


Tudo começou sem um era uma vez. Dois porcos de origem suína que queriam sair de casa e conseguiram, pois a mãe deles estava dormindo. Eles decidiram construir três casas, uma na praia, outra no campo e a terceira, para a mãe deles, na cidade, para o lobo ficar longe e não pegá-los e derrubar suas casas. Mas não deu certo, pois aconteceram coisas terríveis: a casa da praia foi derrubada por um tsunami e a do campo por um furacão f5. Só a mãezinha sobreviveu. Onde foi parar o lobo? Fim".


Aluno: Rodrigo
_ _ _ _ _ 
"A bela sempre acordada


Era uma vez uma jovem, chamada Bela, que vivia numa torre. Ela nunca dormia, esperando algum príncipe ir libertá-la. De tanto esperar, foi ficando tão velha que quando o príncipe chegou na torre, não a quis e a deixou lá forever alone. Fim".


Alunas: Larissa, Milena e Amanda Corrêa.
_ _ _ _ _ 
"Chapeuzineve


Olá, eu sou a autora, e você deve estar se perguntando: Por que um título tão sem graça, para talvez um pequeno texto mais sem graça ainda?
Bom, a resposta eu não sei. Mas vou tentar falar um pouco sobre essa garota que tem um nome tão ridículo, e que está participando dessa minha história tão chata.
Mas vou ter que falar rápido, porque a folha está acabando, e a ponta do lápis é muito pequena, sem contar que estou começando a sentir algo um pouco quente e molhadinho atrás de mim. Espera um pouco, vou ver o que é. 
Aaaahhhh! Manhêêê! A Sophya mijou no sofá!
Desculpe, é que a minha gatinha fez pipi. 
Bom, vou continuar a contar a história, e tentar esquecer este grande episódio pelo qual eu acabei de passar. 
Tudo começou em um tédio profundo, quando não tinha nada pra fazer e nada pra comer. Então, a dona de não sei que nome, pediu para sua filha, Chapeuzinho, levar para cada um dos sete anões, uma maçã estragada, naquela linda cesta dela, que por sinal é feita de baratas mortas.
No caminho, ela encontrou o lobo jogando pôquer com o caçador. E quando finalmente chegou na casa dos anões, viu que sua avó estava lá, brincando de um pega-pega diferente, e também estava a Rapunzel, e o príncipe, tentando escalar uma árvores de um metro, mas quando conseguiram subir nela, quebrou o galho.
Mas ninguém havia se tocado de que a Chapeuzinho já estava lá. Na verdade, ninguém entendeu porque ela estava fazendo dois personagens: A Chapeuzinho Vermelho e a Branca de Neve. Então, decidiram que daquele dia em diante, ela seria chamada apenas de Chapeuzineve.
Depois disso, toda a história começou de novo, mas de uma forma diferente.
Fim".


Alunas: Michele de Souza, Luana C. e Juliana.
_ _ _ _ _
"A chapeuzinho azul e laranja


Era uma vez uma menina chamada Não Tenho Nome. Ela só se vestia de azul e laranja e a cada dia ela tinha um nome diferente. E começaram a chamá-la de Tia da Esquina. Fim". 


Alunas: Luana S. e Luciane.
_ _ _ _ _ 
ítalo.

Um comentário:

Eduardo Silveira disse...

vê, vê, amandas correas sempre criativas.

as produções, achei o máximo.

té!