segunda-feira, 16 de abril de 2012

analize de sossiedade dos poetas mortos


por um aluno meu,do terceirão.


"Tezão pá carai o filme, é bão q nossa, quase chorei no final qndo o piazão se matou-se cos tiro na testa, os barroco que na real n vi só vi neve, mais foi tesão, os arcadinho uns escravo parcero que limpava o coléjo, tinha uma meia duzia de piazada q curtia umas viadage de ser romantico e um professor meio hippie que queria dar uma de cheguevara e partio caqui da escola.
No final deu merda e ninguém se deu bem, os x-9 cuzão botaram tudo no cu do professor e vazaro ilezo".


coragi, gente. coragi.


ítalo.

Um comentário:

Rafael disse...

É Ítalo... vida de professor é atribulada mesmo!!! Temos que sentir mas não consentir com esse tipo de coisa... mas fala sério...tu deve ter dado umas boas gargalhadas lendo isso em casa, não?? Abração e "Coragi" amigo!