sexta-feira, 11 de novembro de 2011

poemas

poema de três versos


- eu te amo.

é bonito.
e inútil.

_ _ _ _ _

metade não dá

abri mão do mundo
por mim mesmo.

(juntava e afastava os dedos
da mão direita -
a que escreve e a que vira páginas -

e dali fui me despindo
de tudo o que estava
em mim
e não me pertencia
- pelo menos não neste momento).

sê inteiro
para ser do outro.

melhor ainda:
para ser com o outro.


í.ta**


(também aqui)

2 comentários:

Cynthia Lopes disse...

Sinto falta de ocê no meu blog!!!
bjs

Thiago Panda disse...

Parabéns por dar um destino às palavras e ao sentimento!
Ótimas palavras!