segunda-feira, 12 de setembro de 2011

microconto sem título


amava, mas era brocha. 

í.ta**

6 comentários:

Glitz disse...

Que péssimo!
Por isso que nao gosto desse diabo de microconto, qualquer frasesinha é microconto, quando a frase é espirituosa, cheia de possiblidades, vá lá, tudo bem, mas essa aqui foi dose para leão. Além do mais, para amar precisa-se de pau duro, nunca soube.

da Silva disse...

para amar precisa de tanta coisa, bein... a vida ensina. bjos

Daíse disse...

Eita!!!!!

Dilberto L. Rosa disse...

Oxe, há mais variantes no amor que uma vara erguida... Mas seria uma boa introdução de um drama de amor rodriguiano! Abraço, sumido!

Seu Fox disse...

bem, como há variantes a palavra amor, meus caros. não culpem o escritor pelo "onde" vocês levaram esse texto a ser compreendido. certamente não é o mesmo lugar que ele escreveu.

Seu Fox disse...

e também a palavra broca, por que não? troquem o certo por provável no meu comentário e tomem mais uma dose de descontextualização.