terça-feira, 20 de setembro de 2011

começando maneca



fui começar o "poesia completa", do manoel de barros, que o enzo me deu de presente.

e já parei na "entrada". e pensei em sublinhar alguma coisa daquele texto. mas seria impossível. teria de sublinhar o texto todo. então resolvi colocá-lo aqui. e não sei se vou passar pras páginas seguintes. porque eu acho que a minha vida pode caber nesse texto. 
_ _ _ _ _ 
"Distâncias somavam a gente para menos. Nossa morada estava tão perto do abandono que dava até para a gente pegar nele. Eu conversava bobagens profundas com os sapos, com as águas e com as árvores. Meu avô abastecia a solidão. A natureza avançava nas minhas palavras tipo assim: O dia está frondoso em borboletas. No amanhecer o sol põe glórias no meu olho. O cinzento da tarde me empobrece. E o rio encosta as margens na minha voz. Essa fusão com a natureza tirava de mim a liberdade de pensar. Eu queria que as garças me sonhassem. Eu queria que as palavras me gorjeassem. Então comecei a fazer desenhos verbais de imagens. Me dei bem. Perdoem-me os leitores desta entrada mas vou copiar de mim alguns desenhos verbais que fiz para este livro. Acho-os como os impossíveis verossímeis de nosso mestre Aristóteles. Dou quatro exemplos: 1) É nos loucos que grassam luarais; 2) Eu queria crescer pra passarinho; 3) Sapo é um pedaço de chão que pula; 4) Poesia é a infância da língua. Sei que os meus desenhos verbais nada significam. Nada. Mas se o nada desaparecer a poesia acaba. Eu sei. Sobre o nada eu tenho profundidades". (Manoel de Barros)
_ _ _ _ _ 
í.ta**

5 comentários:

Guilherme disse...

Uau......... (super identificaçao hahah)

Adorei... já estou com vontade de lê-lo.... Saber um pouco mais sobre esses desenhos verbais...

Abraços

Carol Freitas disse...

Manoel tem qualquer coisa de céu...

Cynthia Lopes disse...

Vou repetir em alto e bom som:
UAUUUUUUUUUU!
Preciso deste livro com urgência, urgentíssima.
bjs e obrigada

veronicamascarenha disse...

Ítalo, gostei muito do seu blog.
Essa postagem sobre Manoel foi maravilhosa.
Engraçado é que achei seu blog por mais puro acaso...quem diria que o acaso seria tão interessante.
beijos

veronicamascarenha disse...

Ítalo, gostei muito do seu blog.
Essa postagem sobre Manoel foi maravilhosa.
Engraçado é que achei seu blog por mais puro acaso...quem diria que o acaso seria tão interessante.
beijos