quarta-feira, 30 de março de 2011

sobre mim,

cantado pelo "o rappa":

"Tentei ser crente,
Mas meu cristo é diferente
A sombra dele é sem cruz, dele é sem cruz
No meio daquela luz, daquela luz"


("meu mundo é o barro", cd "7 vezes")


í.ta**

7 comentários:

Felicidade Clandestina disse...

O Rappa é sempre bem vindo :))

gostei muito,
abraços querido.

Eduardo Silveira disse...

o rappa tem umas fases ótimas, com trabalhos ótimos. esse 7 vezes é um deles.
e quanto à crença, rola uma empatia, salvo que cada um crê pi não crê a seu modo, graças a zeus.

Assis Freitas disse...

o importante é crer,


abraço

Camila F. disse...

:)

eu muito me identifico.

beijo

Ana SS disse...

Seduz.

Si Fernandes disse...

Não tenho pressa, não tenho plano, não tenho dono...

O Rappa é foda!

Dilberto L. Rosa disse...

Basta crermos que não somos maiores que isso: sempre há algo maior... Bela analogia, com uma canção bacana! Abração!