sábado, 26 de fevereiro de 2011

djavan, seo lindo!


assim ele se apresentou ao público, ontem, em floripa. abriu o show cantando "cantar é mover o dom do fundo de uma paixão". em seguida, contagiou com "teus sinais me confundem da cabeça aos pés, mas por dentro eu te devoro". mais um pouco, e cantou "o amor é um grande laço, um passo pr'uma armadilha", uma das letras mais impactantes que já ouvi. e dali em diante foi apresentando músicas do novo trabalho, "ária", um disco em que canta composições de cartola, caetano, tom jobim e gilberto gil. depois, já sem paletó, e com a gravata afrouxada, voltou aos sucessos da longa trajetória musical: "fato consumado", "flor de lis", "sina", outras. fez o bis cantando "clareza do tino, pétala". covardia, sim. e fechou com "lilás" em um ritmo muito dançante. afinal, "amanhã, outro dia". e a vontade de assistir a mais shows deste ser que esbanja energia ficou ainda maior. 

ítalo.

11 comentários:

Assis Freitas disse...

manda bem o alagoano, mas também foi batizado como Djavan Caetano,


abraço

Ana SS disse...

lindo lindo.

Sid disse...

Sina é uma belíssima música...

Rikki-Tikki-Tavi disse...

maravilhoso ver alguém vivendo, nesse estado, de emergência.

Felicidade Clandestina disse...

gosto da suavidade de 'fato consumado'.


abraços querido.

Si Fernandes disse...

Coisa muito boa, heim...
Cartola, Caetano, cantado por Djvan, Oração ao tempo, nesse está lindíssima.
Djavan é de um talento tão lindo, quanto a cara do meu filho.

Beijo, Ita...

Ayone Alves disse...

Dja...adooooro Dja!!!

Ilaine disse...

Ah, Djavan... Imagino o que não é assistir um show dele. Pelo que falas foi inesquecível. Abraço, Ítalo e obrigada por passar lá no ensaios. Beijo

Dilberto L. Rosa disse...

Sem dúvida, um dos maiores poeta e nomes das Música mundial (se não me falha a memória, sua Música é estudada na Alemanha...)! Digno de figurar ao lado dos figurões que homenageia neste seu novo trabalho!

Mas, meu caro flamenguista: o que vocês acharam da réplica sugerida pelo São Paulo, hein?! Para mim, foi bem justo para um "meio-campeão", ré, ré!

Abração!

Elzenir Apolinário disse...

Amo Djavam e já tive a oportunidade de assisitr a seu show, mas este deve ter sido demais. "Faltando um pedaço." Amo!!! Bjs

Marcio Nicolau disse...

o legal é ver você djavanear teu texto.

Gosto muito de como você escreve.