quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

narrativa curta II



abraçou-a bem forte. para que a faca alcançasse o bebê.

í.ta**

15 comentários:

Ana Lucia Franco disse...

Nossa, Ita, não estou te reconhecendo..

beijos.

Eduardo Silveira disse...

bah,
*amei* esse aqui.

Gabriel Gómez disse...

Fez bem
se o bebê fosse
de Rosemary...

(quem não viu o filme, está perdendo...)

Abraço.

Assis Freitas disse...

crudelíssimo,


abraço

Si Fernandes disse...

Ita, aquele do Cleber foi demais e esse aqui... que maldito é voce
Adorei.

Záia disse...

Isto me remeteu ao fenômeno do cangaço e a forma cruel e fria com o qual assassinavam do maior ao menor pra não deixar ninguém que eventualmente pudesse vingar.

Uma imagem pertubardora!

Gostei pacarái.
abraço

Guilherme disse...

Narrativa curta II: movimento terrorista, gênero: Terror.
Assim defino esse post.
Adorei... aha

Abraços, gui

Athila Goyaz disse...

Cruel e impiedoso. Gostei.

Anônimo disse...

nunca se sabe o que viria pela frente com este nascimento.

Christiano Scheiner disse...

muito bom: certeiro!

Sid disse...

Forte!

Flá Perez (BláBlá) disse...

boa!

Alicia disse...

Uau.

Bem-vindo ao Fale com ela!

Larissa Santiago disse...

fatal, como suas palavras.

beijos

Felicidade Clandestina disse...

ai, que dolorido.