sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

eram olhos verdes

eram aqueles olhos verdes que me desnorteavam que me deixavam bamba bambinha toda vez que ele me olhava assim de perto bem de pertinho para falar algo que queria tornar meu também não só dele mas nosso e com aqueles olhos verdes naquela pele morena de quem pegou bastante sol é que ele me olhava bem fundo e me dizia que tinha dado pro kleber de novo que fora só uma recaída que ele não queria mais ficar com o kleber e que o kleber não parava de citar o meu nome enquanto comia ele e que o kleber chorou depois de gozar porque era o meu cu que o kleber dizia querer e não o dele e ele me falava isso numa boa sem dor nem nada mas feliz com aqueles olhos verdes que me faziam gozar sozinha que deixavam minha calcinha toda molhada mas ele não sabia disso ele não sabia que tudo o que eu mais queria era ser comida por ele e não adiantava eu sussurrar no ouvido dele que eu queria que ele me beijasse que ele beijasse minha calcinha que ele beijasse minha buceta e que eu queria ser comida por ele não pelo kleber não pelo meu namorado mas por ele pelos olhos dele por aqueles olhos verdes que me desnorteavam que me deixavam bamba bambinha

í.ta**

9 comentários:

Si Fernandes disse...

ahhh os quereres...

Cláudio B. Carlos (CC) disse...

Você está se atrevendo. Isso é bom. Gostei.

Assis Freitas disse...

quente,


abraço

Carol Freitas disse...

Ita,
gosto um tanto do teu Blog: um pouco de tudo. Um tudo de pouco. Um 'tudo' envolvente, necesário ao universo de quem quer sempre mais. E quando eu quero, passo por aqui.

Beijos!

Roberta Ávila disse...

como sempre, adoro teus escritos.

fa e foda... hahah

Vanessa Souza Moraes disse...

Tudo por causa de um par de olhos verdes.

Minha "Luísa" tem esse problema com os azuis, rs.

http://www.vemcaluisa.blogspot.com/

Felicidade Clandestina disse...

cheguei meu querido.

Athila Goyaz disse...

perdi o fôlego!
adorei o conto, parabéns...

Anônimo disse...

esse desejos que rasgam a gente...

amanda