quinta-feira, 22 de julho de 2010

poema sem título II

para enzo potel


deus pra mim é um caramujo,
disse-me ele.


um verso assim, por si só.
que ele não percebeu que poderia ser um verso.
até que falei.
e ele deixou, então, que fosse meu.


não deus.
nem o caramujo.


o verso mesmo.


porque a palavra,
depois de lançada
- publicada ou não –
já não mais é.


que nem deus.


í.ta**

11 comentários:

Lara Amaral disse...

Muuuito bom! Arrebatou, e docemente, mas arrebatou.

Beijo.

Aninha Kita disse...

que nem caramujo?

Adorei! Ítalo e seus estalos poéticos! *-* Adooro!

Beijos!
Ana

Ana Lucia Franco disse...

A conversa com Deus, a revelação, o caramujo. Muito criativo, Ita. Um excelente poema.

bjs.

Caramujo Quaker disse...

e tem aquele exercício matemático de um caramujo subindo um navio: para cada um centímetro que ele sobe, escorrega dois. quanto tempo ele levará para subir blablabla.

deus é um caramujo com margem de erro para água-viva e lince.

discordamos do final, mas o poema é bão.

abraçon

Moni. disse...

Teus versos sempre certeiros.
Os pagãos também!

Lancinante, sem perder a delicadeza.
"A poesia prevalece"

Bjs!

Carol Freitas disse...

'não deus.
nem o caramujo.


o verso mesmo.'


É, o verso mesmo, Íta. O verso e o resto!

Perfeito!

Beijo!

Eduardo Silveira disse...

@__________@

Paulo Rogério disse...

Interessante. Didática essa costura do nascer de um poema... de um deus... de um caramujo...
Abraco!

Sylvia Araujo disse...

Paganismo poético. Só tu. ;)
Ótimo!
Beijoca, querido!

fluorescências germinais disse...

Estou lendo um livro de contos fantástico do Claudio Daniel (Romanceiro de Dona Virgo), onde um homem dizia que Deus era azul - e foi morto por isso. Tenho certeza que iria amar este livro, Ítalo. Como eu amei este poema. E não ví nada de pagão nele. Deus está mesmo em tudo e pode ser e ter as cores que quiser. :) Abraço!

Beverley de Graustark disse...

e olha o que encontro anos e anos depois:

"Caramujos sempre chegam depois. Representa que estão chegando da eternidade."
(Manoel de Barros)

eu estava certo!!!

B-Jones