sexta-feira, 11 de setembro de 2009

cinco marias

li "cinco marias", do carpinejar.
___
quero ler mais coisas dele. gostei por demais desse "cinco marias".
poemas, em sua maioria, curtos. fortes. secos. diretos.
socos no leitor.
____
gosto disso.
______
há outros deles lá no sesc. de crônicas também.
um dia encaro.
_____
ficam alguns exemplos do que há em "cinco marias",
para quem ler se deliciar:
______
“A honestidade é antipática.
As pessoas que são justas,
discretas, comportadas,
netos ao colo, casos arquivados,
não rendem literatura.
A impureza emociona”.
______“As confidências ofendem.
O casal esgota cedo a estranheza.
Busca se destruir perfeitamente.
A traição é uma intimidade
mais estável que o casamento”.
_____“(...)
A vida com erros de ortografia
tem mais sentido.
Ninguém ama com bons modos”.
______“(...)

Não conferir palavras no dicionário.
A linguagem se contenta
com as pontadas do parto”.
_____“Na infância, vive-se a medida natural.
Depois, o desequilíbrio.
Ou sobra ou falta amor”.
___“Quando discutíamos,
o pai dizia:
- Nada a declarar.
______E minha vida segue
sendo a declaração do nada”.
_______“Suspendo os afazares,
compelida a desabotoar a blusa
e esvaziar o leitor
dos não-nascidos”.
________
í.ta**

2 comentários:

Anônimo disse...

ele é óóóóóótimo!!!! assisti a uma entrevista com ele, no sempre um papo(inlcusive está na net se vc quiser baixar) e ele é excêntrico e espontâneo!!

um escritor ousado que dispara suas palavras pra quem quiser ou nao quiser ouvir!

bj! Gisele

Enzo Potel disse...

"o amor esquece de começar" é muito bom. eu prefiro a poesia nas crônicas do carpinejar do que o tom cronista das poesias dele.

"canalha!" foi indicado ao jabuti esse ano.