domingo, 17 de maio de 2009

herdando uma biblioteca


Acabei de fazer a leitura deste livro, "Herdando uma biblioteca", de Miguel Sanches Neto. Uma série de textos de cunho muito pessoal. Há, no livro, o retrato escancarado de um leitor. Um leitor sempre em formação. Há o início deste leitor, o como os livros se colocaram na vida dele. Há, também, o que e quem é este leitor nos dias de hoje, escritor renomado, crítico, e outras atribuições que a vida em volta dos livros lhe impõe.
São relatos, impressões, e opiniões que, para um leitor-em-formação-amante-de-livros, meu caso, fazem crescer ainda mais a vontade de estar rodeado por livros e por objetos de leitura. São relatos que inspiram a novos escritos, a descrições de momentos de leitura, como este. Cada livro merece um dizer, falando bem ou não. Cada livro merece o seu silêncio pós-leitura, um tempo para digerir o que acabou de se mastigar, e um registro, por menor que seja, incorporando-o, de fato, a si.
Não me vejo herdando alguma biblioteca, e sim construindo uma própria. Com livros bem selecionados, que me tocam de alguma forma, sem preocupações com classificações ou vendagens de revistas semanais ou semanários culturais. A construção de um leitor se dá pelo saber escolher o que ler. "Herdando uma biblioteca", para mim, foi uma boa escolha, sem dúvida.
Í.ta**

Nenhum comentário: