sábado, 21 de março de 2009

A trajetória de Puccini - lançamento


"A imagem acima é da capa e da contrapa do livro sobre o goleiro Vilmar Puccini, bicampeão catarinense pelo Caxias em 1954 e 55.
A obra está a caminho da impressão e já tem data para o lançamento: dia 30, às 19h30, na Sociedade Esportiva e Recreativa Tigre.
Vez por outra aparece uma iniciativa assim que resgata muitas histórias do futebol catarinense.
Que bom que chegou a vez de Joinville, ainda que num esforço familiar.
Aos 80 anos, Vilmar Puccini estará na festa.
Não vou aqui tentar advinhar pormenores do miolo do livro. Melhor será abri-lo, daqui a alguns dias e desfrutar das histórias e imagens levantadas por filho e neto do personagem: Vilmar Puccini Jr. e Ítalo Puccini pilotaram o projeto.
Mas consigo, aqui, para aguçar a curiosidade, abordar um pouco desta capa que acaba de ser aprovada e liberada para a gráfica.
A imagem é de uma das muitas defesas de Puccini. Fotos como essa, congelando o movimento do goleiro, serão 11 no livro (garante Puccini Jr., mentor do projeto).
Esta é da década de 1950, ainda no Urussanga F. C. (Urussanga, no Sul do Estado, é a terra de Puccini), e foi feita por Santos Felipe, o Santinho.
Uma espalmada e tanto.
Além de focar em Puccini, os autores prometem muitas passagens sobre a época em que o goleiro atuava.
Muitas histórias, muitas lembranças de como funcionava o futebol na metade do século passado.
Não vejo a hora de botar as mãos e os olhos nas 268 páginas e nas 155 ilustrações do livro.
Só no dia 30".
(texto do jornalista Edenilson Leandro, editor de Esportes do Jornal A Notícia, em seu blog)
í.ta**

domingo, 15 de março de 2009

Gonçalo M. Tavares

pela primeira vez li algo deste autor português.
foi o joão luis chiodini quem me emprestou "O senhor Brecht".
deixo aqui um dos maravilhosos textos presentes no livro.
são situações inusitadas porém cheias de significação verdadeira.

"O homem mal-educado

O mal-educado não tirava o chapéu em nenhuma situação. Nem às senhoras quando passavam, nem em reuniões importantes, nem quando entrava na igreja.
Aos poucos a população começou a ganhar repulsa pela indelicadeza desse homem, e com os anos esta agressividade cresceu até chegar ao extremo: o homem foi condenado à guilhotina.
No dia em questão colocou a cabeça no cepo, sempre, e orgulhosamente, com o chapéu.
Todos aguardavam.
A lâmina da guilhotina caiu e a cabeça rolou.
O chapéu, mesmo assim, permaneceu na cabeça.
Aproximaram-se, então, para finalmente arrancarem o chapéu àquele mal-educado. Mas não conseguiram.
Não era um chapéu, era a própria cabeça que tinha um formato estranho". (2005, p. 20).

í.ta**

quarta-feira, 11 de março de 2009

30 dicas para escrever bem (?!)

recebi, gostei, e aqui coloco:
1. Deve evitar ao máx. a utiliz. de abrev., etc.
2. É desnecessário fazer-se empregar de um estilo de escritademasiadamente rebuscado. Tal prática advém de esmero excessivo queraia o exibicionismo narcisístico.
3. Anule aliterações altamente abusivas.
4. não esqueça as maiúsculas no início das frases.
5. Evite lugares-comuns como o diabo foge da cruz.
6. O uso de parênteses (mesmo quando for relevante) é desnecessário.
7. Estrangeirismos estão out; palavras de origem portuguesa estão in.
8. Evite o emprego de gíria, mesmo que pareça nice, sacou??... então
9. Palavras de baixo calão, porra, podem transformar o seu texto numa merda.
10. Nunca generalize: generalizar é um erro em todas as situações.
11. Evite repetir a mesma palavra pois essa palavra vai ficar umapalavra repetitiva. A repetição da palavra vai fazer com que a palavrarepetida desqualifique o texto onde a palavra se encontra repetida.
12. Não abuse das citações. Como costuma dizer um amigo meu: "Quemcita os outros não tem idéias próprias".
13. Frases incompletas podem causar
14. Não seja redundante, não é preciso dizer a mesma coisa de formasdiferentes; isto é, basta mencionar cada argumento uma só vez, ou poroutras palavras, não repita a mesma idéia várias vezes.
15. Seja mais ou menos específico.
16. Frases com apenas uma palavra? Jamais!
17. A voz passiva deve ser evitada.
18. Utilize a pontuação corretamente o ponto e a vírgula pois a frasepoderá ficar sem sentido especialmente será que ninguém mais sabeutilizar o ponto de interrogação
19. Quem precisa de perguntas retóricas?
20. Conforme recomenda a A.G.O.P, nunca use siglas desconhecidas.
21. Exagerar é cem milhões de vezes pior do que a moderação.
22. Evite mesóclises. Repita comigo: "mesóclises: evitá-las-ei!"
23. Analogias na escrita são tão úteis quanto chifres numa galinha.
24. Não abuse das exclamações! Nunca!!! O seu texto fica horrível!!!!!
25. Evite frases exageradamente longas pois estas dificultam acompreensão da idéia nelas contida e, por conterem mais que uma idéiacentral, o que nem sempre torna o seu conteúdo acessível, forçam,desta forma, o pobre leitor a separá-la nos seus diversos componentesde forma a torná-las compreensíveis, o que não deveria ser, afinal decontas, parte do processo da leitura, hábito que devemos estimularatravés do uso de frases mais curtas.
26. Cuidado com a hortografia, para não estrupar a língúa portuguêza.
27. Seja incisivo e coerente, ou não.
28. Não fique escrevendo (nem falando) no gerúndio. Você vai estardeixando seu texto pobre e estar causando ambigüidade, com certezavocê vai estar deixando o conteúdo esquisito, vai estar ficando com asensação de que as coisas ainda estão acontecendo. E como você vaiestar lendo este texto, tenho certeza que você vai estar prestandoatenção e vai estar repassando aos seus amigos, que vão estarentendendo e vão estar pensando em não estar falando desta maneirairritante.
29. Outra barbaridade que tu deves evitar tchê, é usar muitasexpressões que acabem por denunciar a região onde tu moras, carajo!...nada de mandar esse trem... vixi... entendeu bichinho?
30. Não permita que seu texto acabe por rimar, porque senão ninguémirá agüentar já que é insuportável o mesmo final escutar, o tempo todosem parar.