segunda-feira, 7 de agosto de 2006

passar (ainda...)


AINDA

Ainda que exista um possível não
Ainda que o sim se faça presente
Ainda que a morte habite o coração
Ainda que o sol não mais esquente
Ainda que escrever seja desnecessário
Ainda que viver seja mais do que a própria vida
Ainda que arriscar seja temerário
Ainda que a tristeza roube a alegria
Ainda que ao caminhar corra-se o risco da queda
Ainda que a queda signifique o adeus
Ainda que nossas almas se transformem em pedra

Se o alimento de uma alma for a esperança
Ou se a força da esperança seja a alma
Recompensador é saber que ainda existe o ainda

Í.ta **

passou, que bom...
talvez ainda seja cedo, mas já é algo bem concreto ^^
...

Nenhum comentário: